A vida não é viver só de extremos, porque isso é sinal de hipocrisia. Ninguém é totalmente mundano ou só puritano. Todo ser humano é Incondicional, como a palavra, são duas palavras em uma só palavra. É naturalmente ambíguo. Entre o sim e o não. Entre a razão e o coração. Cada indivíduo é o seu melhor acerto e seu maior erro, basta cada um olhar o seu espelho e buscar se conhecer.

Atualmente, vivemos numa fase em que manter as aparências é mais importante do que agir instintivamente. Mesmo vendo muitas pessoas quebrando padrões, existe um movimento de ser criar novos padrões, como se fossem protocolos necessários para sermos aceitos em determinados grupos. E que ser popular e ter fama, independente de ser boa ou ruim, é mais importante do que o bom caráter.

As relações no mundo parecem que estão distorcidas e fora do lugar. As palavras parecem mudar de significado e confundir o que é ético. E isso não tem relação isolada a tradição e bons costumes, mas sim, com regras de convivência num mundo tão diverso.

Para os puritanos falar palavrão é algo inaceitável, gostem eles ou não, a vida já é muito séria pra sempre falar tudo muito “certinho”. Todo mundo precisa desopilar o figado falando alguns palavrões. Venhamos e convenhamos, o palavrão pode ser considerado um termo técnico, em certas ocasiões.

E nessa situação de quebrar o protocolo social e falar algumas besteiras, existem os extremistas, os escrachados, que a cada dez palavras que falam nove são palavrão. Tornando complicada a boa comunicação. Tem gente que consegue resumir a vida em ser “foda”. Vê algo positivo e diz “aquilo é foda”, porque é bom. Vê algo negativo e diz “aquilo é foda também”, porque é ruim ou difícil. Com tanto adjetivo na língua portuguesa, por que viver limitado com uma palavra?

Com tanta gente achando que tudo é “foda”, como o único “bom” adjetivo dá a sensação que a vida vai acabar toda “fodida”. Assim como a vida da maioria dos brasileiros. Será que tem alguma relação?

Nesse momento vem a mente as palavras da Margareth Thatcher:
“Cuidado com seus pensamentos, pois eles se tornam palavras. Cuidado com suas palavras, pois elas se tornam ações. Cuidado com suas ações, pois elas se tornam hábitos. Cuidado com seus hábitos, pois eles se tornam o seu caráter. E cuidado com o seu caráter, pois ele se torna o seu destino. O que nós pensamos, nos tornamos.”

Na tentativa de levantar a moral de um país, de tirar os corruptos da linha do poder, fica evidente de onde vem nossos maiores problemas. Vem da falta de consciência individual em moldar sua rotina.

Sociedade da Hipocrisia1.jpg

É fato que a cultura do nosso país precisa mudar e pra mudar precisamos agir de forma diferente e ética. Não basta compartilharmos no facebook “Seja a mudança que você quer no mundo”, nós precisamos parar de sugerir pro outro aquilo que nós precisamos ser. Precisamos agir mais positivamente e falar menos.

Uma sociedade equilibrada não vive de extremos, justamente, pra não viver de hipocrisia.

Texto primeiramente publicado no site © obvious – página Inconvencional-http://obviousmag.org/inconvencional/2017/03/hipocrisia-sociedade-extremos.html#ixzz4aS66bXq9