O mundo não é dividido entre pessoas boas e ruins. Todo ser humano é ambíguo, ele carrega a bondade e maldade em si, tudo depende das oportunidades que o rondam. Cada um tem a sua verdade diante da realidade. E com tanta diversidade é preciso boa comunicação pra vencer as adversidades.As palavras precisam caminhar com os atos. 

Uma pessoa pode se considerar boa levando comida e roupas para pessoas necessitadas. Mas, nem sempre o que uma pessoa desprovida financeiramente precisa é de roupa e comida. Talvez, essa pessoa precise de alguém pra conversar ou uma oferta de trabalho.

Muitas pessoas realmente necessitam de doações, mas, existem certos casos de pessoas que se acomodando em esperar ajuda. Entre os pedintes nas ruas existem pessoas fazendo do ato de pedir esmola uma profissão. E adquirindo bens e vivendo muito bem.

Em 2009, a Veja de São Paulo publicou a reportagem Conheça sete pedintes que fazem da mendicância um emprego. Aparência não determina a necessidade. É difícil perceber que um ato de bondade possa se tornar algo ruim. Por isso, é preciso estar alerta pra perceber que nem todas as nossas escolhas são as melhores do mundo, especialmente, quando se tem outras pessoas envolvidas na situação, as quais nem sempre conhecemos profundamente.

É difícil acreditar que um ato de bondade possa ser de maldade. É preciso estar alerta pra perceber que nem todas as nossas escolhas são as melhores do mundo, especialmente, quando se tem outras pessoas envolvidas na situação.

orgulho

A melhor forma de resolver esse tipo de situação é conversando com as pessoas que queremos ajudar, quem está passando pelo momento difícil. O nosso senso de entendimento da dor do outro é muito relativa, cada um tem uma forma diferente de superar as adversidades. Imaginar a dor do outro e decidir por algo pode ser uma boa ação, como também, pode não ser. É preciso conhecer a causa antes de querer abraça-la.

E a comunicação é a chave do sucesso em diversas áreas das nossas vidas. É através do diálogo que mantemos contato, que descobrimos novidades, que esclarecemos histórias.

A vida é uma via de mão dupla. Quando ajudamos aos outros estamos nos ajudando. Se ambos os lados entendem, claramente, o bem de suas relações fortalecem a empatia e as amizades.

carater

As decisões diárias tem sempre, pelo menos, duas vias, as que nos guiam para um futuro melhor ou as que nos guiam para o pior. Cuidado com as ambiguidades no caminho!

 

Texto publicado no site Obvious, na página Inconvencional – http://obviousmag.org/inconvencional/2017/02/as-dubiedades-da-vida.html